top of page
  • Foto do escritorMariana Rudek

Reputação: a opinião do outro sobre a sua empresa

Atualizado: 7 de fev. de 2023

O que andam falando da sua empresa por aí pode impactar diretamente no seu resultado ao final do mês. Saiba como é possível fortalecer a sua reputação e usar essa ferramenta a seu favor.


A reputação de uma empresa é assim, da mesma forma que pensamos em reputação de uma pessoa: “Sabe o fulano, dizem que é extremamente inteligente”. Ela é aquilo que os outros falam de você, a percepção, opinião e juízo de valor - quase redundante - que o público emite sobre a sua companhia.

Mulher conversa com a filha em um local aberto
Reputação uma ferramenta poderosa

Assim como os seres humanos, os "seres empresariais" iniciam a sua reputação com o nascimento e, ainda mais nos tempos atuais, pode não ser sempre a mesma. Tudo que sua empresa faz repercute diretamente na reputação. Se trata bem os funcionários, se paga salários justos, se cuida do meio ambiente, se promove o crescimento da comunidade…


Hoje, basta uma palavra postada em um grupo de aplicativo de mensagens e "BOOM" se explode uma bomba e a reputação da sua empresa cai na sarjeta.

Mas, para não ser tão pessimista, o lado bom é que é possível prevenir e evitar que andem falando mal de você, digo, da sua empresa por aí. Com uma boa estratégia de comunicação, e, antes disso, com a definição clara de qual o propósito da sua empresa, as causas pelas quais luta, o POSICIONAMENTO.


A partir de um propósito e determinação do posicionamento é possível estabelecer estratégias de comunicação e disseminar mensagens positivas, de forma que a opinião dos stakeholders seja impactada.


Com uma reputação forte, a empresa consegue atravessar períodos críticos sem grandes danos à imagem. A crise se torna mais rápida e mais fácil de controlar, quando se tem uma rede de defensores bem estruturada. E essa rede se constrói ao mesmo tempo em que você faz as pessoas terem um bom juízo de valor sobre a sua empresa.


Trabalhar a reputação exige sinergia de ações voltadas aos stakeholders. Ou seja, aquilo que será abordado na estratégia criada para cada público deve, essencialmente, comunicar a mesma mensagem e que, por sua vez, é condizente ao propósito da companhia.


Por fim e mais importante: os públicos estão cada vez mais interessados nos impactos de cada empresa na sociedade, por isso, mais que comunicar, é fundamental (e sempre foi!) que haja verdade nas ações para que haja a tão sonhada reputação positiva e a integração entre o que é dito, o que é vivido e o que é sentido.


51 visualizações0 comentário

Comments


Post: Blog2 Post
bottom of page